Cabelo, maquiagem, cuidados…

Posts Tagged ‘relaxamento

Ola, Bonit@s:

Quem visita as comunidades internacionais sobre cabelo alguma vez já se deparou com a discussão entre “texturizing”, “relaxer” e “texlaxing”. Mas finalmente o que é isso? E para quem serve? Em poucas palavras são modos diferentes de tratamento químicos para alterar a textura do cabelo, uma opção ao já conhecido relaxamento. Como tudo na vida, eu acredito que não há “o melhor”, mas sim o mais adequado de acordo com o objetivo que cada um.

O que é “texturizing”?

O objetivo desse processo é “amaciar” o cabelo mantendo parcialmente os cachos ou ondulados naturais, além do volume natural. Uma das vantagens de texturizar é que o cabelo fica mais fácil de desembaraçar devido a sua suavidade. Além do que, para quem tem cachos muito fechados, esse tipo de química abre um pouco mais deixando o cabelo encaracolado. O retoque deve ser feito com um pouco mais de intervalo que com um relaxamento. Por outro lado, é preciso ter cuidado, já que na hora do retoque o produto não deve tocar as demais partes do cabelo porque a longo prazo a pessoa pode ter um cabelo com várias texturas.

O que é relaxamento?

Esse é um dos métodos químicos mais conhecidos por quem tem cabelo crespo, mas o que é finalmente?

Relaxamento pode ser feito com produtos com Hidróxido de Sódio (lye relaxer) que é o mais forte ou Hidróxido de Guanidina (no lye) que é considerada melhor porque é menos alcalina. Quando se usa um relaxamento é obrigatório o uso também de um neutralizante que ajuda a “manter” o cabelo na sua nova forma e, principalmente, detêm o efeito do relaxante. Na minha opinião, a característica principal do relaxamento é que o cabelo fica liso (e olha que eu sou uma 4C, ou seja o mais crespo de todos os cabelos hahahaha)! E fica muito fácil para desembaraçar e fazer outros tipos de penteado. O efeito “liso” do procedimento, também pode ser uma desvantagem, já que quando começa a crescer a raiz se nota bastante a diferença, o que “obriga” a retocar com frequência. Além disso, por se tratar de um sistema químico forte, enfraquece o cabelo que a partir de então vai precisar de cuidados intensivos (hidratação, umectação, etc). Se o cabelo não for bem cuidado, há uma grande probabilidade de queda, o que acarreta em uma dificuldade em manter o tamanho do cabelo.

O que é “texlaxing”?

 Sempre que procuro sobre cabelos quimicamente tratados, me sai ao menos uns dez links no Google que falam sobre “texlaxing”. O nome vem da mistura entre “texturizer” e “relax” e é um assunto na moda em muitos sites sobre cabelo crespos. Para texlaxing é necessário usar um relaxamento (algumas pessoas também acrescentam algum óleo) e deixá-lo menos tempo do que o indicado nas instruções. Isso quer dizer, que o cabelo não chega a ficar liso. A grande vantagem desse método é que oferece o melhor dos dois mundos: por uma parte o cabelo está macio e fácil de desembaraçar e por outro, dependendo do tipo de cabelo, mantem o encaracolado. Além disso, os retoques não precisam ser feitos cada dois ou três meses como nos cabelos relaxados. Vale lembrar, que ainda que não se utilize o processo de relaxamento até o tempo recomendado, texlaxing continua sendo um processo químico, por isso requer manutenção e cuidados como hidratação, etc. A falta desses cuidados pode provocar a quebra do cabelo.

 

Então, qual é o melhor??

Como eu disse no comecinho do post para mim, não há um melhor ou pior, tudo dependerá do seu objetivo e tempo para cuidar do cabelo depois do processo químico. Caso você queira manter o cabelo cacheado o ideal seria um texturizer ou texlaxing. Se o cabelo liso é a sua paixão e você vai fazer as hidratações e cuidados necessários, cada semana, o relaxamento seria o mais indicado. Porém caso você goste do cabelo liso, mas não tem tempo para o teu cabelo cada semana, acredito que texlaxing seria o ideal.

Com isso não quero dizer que teu cabelo não precisa de cuidados, como disse em outro post: cabelos quimicamente tratados sem cuidados caem! Isso é, caso você não tenha tempo para cuidar do teu cabelo, o ideal é não passar nada de química.

Eu faço relaxamento, mas adoraria conhecer mais gente que faça as outras duas técnicas para saber mais dicas e opiniões. Fico esperando os comentarios!!

Obrigada pela visita!

 

Para escrever esse post, consultei vários sites, mas uma das fontes mais importantes foi Black Hair Information

Ola, Bonit@s:

Há algum tempo atrás estava conversando com uma amiga pelo Skype, veja o diálogo:

Eu: Menina que aconteceu com teu cabelo? Caiu?

Amiga: Sim, menina, caiu toda a parte detrás.

Eu: Mas se faz cinco meses ele estava na altura do ombro, como caiu tanto? Está mais curto que chanel!!! Mas você está fazendo hidratação cada semana?

Amiga: Ai, menina… nem… Depois que tirei as tranças e fiz a progressiva, faço hidratação às vezes.

Eu: Ah, por isso que caiu teu cabelo. Mas o que você vai fazer? Vai cortar tudo?

Amiga: Nãããão, imagina! Fui na cabeleireira e ela vai passar a química somente na parte que não caiu. Ai com o tempo nasce a parte caída e vai ficar tudo igual.

Eu: Ah :-O…

Eu não sei vocês, mas eu já vi esse filme antes e poderia perfeitamente chamar de “Milagres Capilares”. Porém-contudo-todavia, para as que não perceberam: milagres capilares não existem.

Talvez por eu ter formado parte do grupo que acreditava em milagres capilares por váááááários anos, esse tipo de pensamento me irrita cada dia mais. Geeente, cabelo quimicamente tratado precisa de cuidado. Se você tem o cabelo crespo, tipo 4c então, os cuidados são mais que redobrados ou cai. E quando digo cair, é que cai mesmo. Mas não cai tudo, cai partes. Ou seja, a parte da frente do teu cabelo pode estar “ok” mas atrás você está sem nada porque caiu!!!  

Suas amigas, que não são quimicamente tratadas, te perguntarão “você cortou o cabelo?” E ou você fica com vergonha e diz “sim”, ou diz que “não, é impressão tua” ou diz “sim, você viu a danada da progressiva o que faz!?!” Mas no fundo você sabe que caiu porque você não cuidou (se você cuidou do teu cabelo e ele caiu, teu caso é outro e ai você deveria consultar um médico).

Mas eu me pergunto, se caiu você sabe que está caindo porque você não hidratou teu cabelo, por que raios não muda de atitude? Por que vai a cabeleireira e vai retocar a parte que não caiu? PLEEEEEEEASE, ME EXPLICA PORQUE EU NÃO ENTENDO!!!!

Como eu já disse, por muito, mas muito tempo formei parte do grupo que a cada quatro meses perdia parte do cabelo, que não entendia porque ele caía. Não sei se era a idade, se era a falta de informação ou pura preguiça…. Realmente não sei explicar. Mas da última vez que meu cabelo caiu, eu decidi tomar rédeas do assunto: fui atrás de um cabeleireiro que pensava que resolveria meu problema. E na verdade foi, mas não porque porque ele tinha a química mágica, mas por ele ter sido muito claro comigo.

No salão dele, antes de alisar você tem que fazer uma pequena entrevista e nesse momento ele me disse: “teu cabelo cai porque você não hidrata! Não adianta você alisar o cabelo se você não faz hidratação porque ele vai cair”. E a melhor parte dessa conversa foi quando ele disse “hidratação você faz, no mínimo, uma vez na semana em casa. No salão você aparece uma vez ao mês para fazer uma mais forte”. Dito e feito. Desde da primeira vez que fui ali e segui as recomendações de hidratação, meu cabelo pode sofrer quebra e até alguma queda leve. Mas NÃO FICO SEM CABELO! NÃO TENHO QUE CORTAR TUDO!”

E se alguém me pergunta se continuo indo a esse salão, eu já respondo que não. Porque moro em outra cidade, vou a outro cabeleireiro. Mas ainda assim, o que me disse esse senhor em 2007 continua valendo.

Eu não quero ofender ninguém com isso,( mas como o blog é meu e escrevo o que me der na telha) mas acho que às vezes precisamos de uma chamada de atenção. Se você perceber que teu cabelo está caindo ou já não tem boa parte do cabelo que tinha antes da última química. Pense no que você faz para mantê-lo no estado que estava antes do procedimento de alisamento ou relaxamento.

Você o hidrata? Quantas vezes ao mês? Que tipo de produto você usa?

 Sei que muita gente pode dizer que não tem tempo. E realmente acredito que a única coisa que não costuma sobrar  é tempo. Por isso pensa se você pode dedicar ao menos duas horas por semana ao seu cabelo. Se não puder, pense em duas horas cada duas semanas. Se você ver que durante um mês não poderá dar nenhum segundo ao seu cabelo, tente ao menos compensar no próximo mês. Mas não fique mais de um mês sem hidratá-lo ou o resultado pode ser drástico!

Espero que este post cumpra com a função de chamar a atenção daquelas que ainda acreditam em milagres capilares. Infelizmente, se seu cabelo é quimicamente tratado a probabilidade dele crescer lindo e perfeito sem nenhum tipo de hidratação ou cuidado é bastante baixa.

 Bjus

Ola, bonit@s:

Como eu disse, pouco a pouco vou voltando e durante o tempo offline, fiz uma lista de assuntos que eu gostaria de tratar. Como funciono a base de pressão, resolvi fazer uma lista aqui de alguns desses assuntos. Em primeiro lugar porque assim estarei obrigada a fazer o post ainda que tenha muita preguiça e também porque assim quem passa por aqui pode ter uma ideia do que virá e se quiser receber os post por e-mail, se inscreverá ali do lado!

Vamos a lista:

Opinião sobre:

  1. Sephora superdemaquillante
  2. Organic roots stimulator carrot
  3. Set de pincéis Coastal scents
  4. Essential Oils Keracare
  5. Leave-in Keracare
  6. Matificante Sephora
  7. Mac Studio fix
  8. Base Black up
  9. Mousse organic roots

Mostra de cores (swatches) de:

  1. Paleta Mac Trip Cool Face
  2. Mac blush Well Dressed

Explicação sobre

  1. Diferença entre texturização e relaxamento
  2. Milagres capilares
  3. Como limpar seus pincéis de maquiagem
  4. Química em cabelo de crianças
  5. Peças chaves do seu guarda-roupa
  6. Shampoo anti-resíduos
  7. Cabelo para casamento

A ordem não será como na lista, mas sim serão tratados todos esses assuntos e outros mais!!! Não prometo escrever cada dia porque eu não tenho tanto tempo, mas estou fazendo um calendário para que possa ter algo novo por aqui, ao menos duas vezes na semana. Espero poder trocar figurinha com todos!!

Bjus

Ahhhhhhhhh,  estou bem contente porque fui ao cabelereiro e tive ótimas noticias!! Como eu comentei em um dos posts, em fevereiro tive que cortar meu cabelo porque estava mto danificado. Agora, depois de tres meses (eu relaxo o cabelo cada dois, mas tive q esperar pq perdi o numero do meu cabelereiro), o homem dos meus cabelos me felicitou e disse que estou com o cabelo ótimo, que até parece outro.

Na verdade a noticia me animou mais para seguir realmente cuidando do meu cabelo, fazendo uma rotina capilar sólida e permanente.  Ai, que feliz, que feliz!!! Como ñ estava em casa a semana passada e ñ fiz minha rotina normal, manterei a rotina do Aphogee até a segunda semana de junho.  Assim completa realmente 12 semanas.

Ah, claro: eu ñ tirei foto, acho que farei isso hoje ou amanhã mas noto que meu cabelo está mais comprido!!! 🙂

Eu a-do-ro esse filme/documentario e agora que realmente eu estou divulgando o blog, etc me sinto na obrigaçao de dedicar um post a ele.  O filme é uma espécie de documentario sobre todas as coisas que fazem as mulheres com cabelo crespo para atingir ao chamado “cabelo bom”.  A idéia é do comediante Chris Rock e nasceu quando a sua filha Lola chorando lhe perguntou como não tinha um “good hair”. Para tentar entender de onde sua filha havia tirado essa idéia o comediante se comprometeu a ver de perto a cultura afroamericana sobre cabelos.

Ele vai a salão de cabelereiro, a uma feira de cabelos, a uma barbearia ver a opinião dos homens sobre o tema, vai a India atrás dos famosos “indian hair” tão usado nos apliques e o melhor de tudo: recolhe a opinião de vários artistas(  Ice-T,  Nia Long,  Raven Symoné, Maya Angelou, etc) sobre o tema e sobre o que elas eles fazem nas madeixas. O resultado é um filme super divertido, eu pelo menos me vi e também a quase todas as minhas parentes em coisa que aparecia na tela.

Fora, que há cenas engraçadisimas: quando a Raven mexe o cabelo dela como se fosse sair do lugar, quando quase todas revelam que os homens não estão autorizados a tocar seus cabelos ou quando queimaram a pele por causa do produto que usava e quando confessam que não vão a piscina. (vc se vê em um desses casos??). Mas também há cenas um pouco chocantes como quando um químico testa o poder do hidroxido de sódio numa lata de coca.

O bacana também, é que sempre dá para aprender algumas expresões em inglês como “creamy crack”  para se referir a que teu cabelo está viciado no relaxamento (eu realmente acho q quimica é como crac e eu estou creamy crack) e “white girl flow” para o movimento que faz o teu cabelo quando está alisado (quem nunca mexeu o cabelo um lado ao outro ao fazer escova ou chapinha).

Claro que entre uma risada e outra é também legal pensar sobre o que estamo enculcando nas nossas crianças e também nos valores que nos enculcaram. Por que um cabelo bom é sempre um cabelo liso?? Eu pelo menos já passei pela situaçao de ir ao cabelereiro e ouvir ele dizer “vamos deixar teu cabelo bom”. Confesso que as primeiras vezes eu ia no embalo, mas nos últimos anos já respondo “meu cabelo é ótimo, por isso mesmo eu faço relaxamento. Se fosse horrivel eu já teria raspado” . Na verdade, escutar essa frase de cabelereiro me estressa um pouco, sabe? Porque eu acho que você vai ao salão para se sentir bem, não para se sentir mal. E por isso quando começam com essa ladainha eu já corto logo, pq pagar para te humilharem não está entre as coisas que eu costumo fazer.

Bom, eu recomendo vocês a verem o video, se puderem olhem no youtube o programa da Tyra Banks ou da Oprah no qual se discutem esse tema. Acho que servem para abrir nossos olhos.

Claaaaaaaaaaaro, quando o verem, deixem aqui a opinião e ai a gente já troca aquela figurinha.


Clique aqui e acompanhe os posts!!

Únete a otros 28 seguidores

Temas:

Eu participo!!

HAIRLISTA INC.
Follow on Bloglovin